segunda-feira, 29 de julho de 2013

Jornada Mundial da Juventude

Há muito não escrevo e as melhores ideias e inspirações só ocorrem quando eu estou bem longe do computador e de qualquer lápis e papel...então, resolvi forçar a mente e seguir a intuição ao escrever sobre a Jornada Mundial da Juventude.
 
Embora seja uma pessoa totalmente à parte dos movimentos católicos e da sua relação política, gostaria de fechar os olhos para os questionamentos mais profundos e admirar a beleza que encontramos em movimentos como esse. O novo Papa desde sua nomeação, tem me cativado. Um ser humano dotado de tamanho carisma e inteligência emocional.

Chegamos ao final da Jornada com um saldo de mais de 3 milhões de pessoas aglomeradas em prol de um único objetivo: a fé ! Fé essa que eu não sabia que ainda cativava multidões de pessoas. Fico feliz em saber que a fé ainda remove montanhas e converte jovens de toda parte do mundo. Toda essa movimentação me fez lembrar os tempos de juventude na igreja em que me converti. Tínhamos a força e o ânimo que não se comparava a de nenhum outro adulto. A responsabilidade dos mais velhos se misturava a nossa inquetude e éramos capazes de viajar pelo Brasil à fora apresentando peças teatrais ao ar livre, evangelizando de porta em porta....tudo com a certeza de que estávamos fazendo a coisa certa p/ a pessoa certa na hora certa !!! E estávamos !!!

Evandro, Elias , Eliseu, Lucia, Fávio, Osiel, e tantos outros eram os jovens daquela época ! Como isso foi saudável para nossas vidas!!! E foi essa saúde emocional, espiritual e até mesmo física que eu vi representada  nessa jornada também...a fé é o que nos guia por um caminho no mínimo capaz de nos consolar em meio as tribulações. Foge-me ao alcanse imaginar como uma pessoa consegue viver sem esse acalento da fé em Cristo e como no fundo as pessoas são carentes e não sabem de quê .....ou sabem......

O fato é que o Papa está de parabéns !!! Enquanto de certa forma vivemos uma crise no meio evangélico ( reconheço a ausência de seriedade na maioria dos líderes ) com uma infinidade de denominações que se misturam a reuniões de auto-ajuda e por outro lado as críticas que as igrejas sérias sofrem, foi muito válido ouvir de uma pessoa reconhecida mundialmente as verdades bíblicas que independem de doutrinas !!!

Fica minha admiração pelo evento e desejo de que se repita outras vezes ainda que internamente em cada coração! Que estejamos abertos à presença de Cristo e que o movimento interno em favor da fé seja diário de forma que os eventos sejam apenas um complemento para exteriorizar a presença já existente de Deus!